Depoimentos

LUZ – Chamada Dr. Leão

Posted ByFabiano – Sorocaba on October 07, 2000 at 01:04:57:
Estou muito contente de saber que cada dia que passa, existem mais pessoas realizadas como eu, e tambem de saber que a pessoa que proporciona tal alegria as pessoas com a ajuda de Deus, esta cada dia com mais pacientes.
Só tenho que agradecer a Deus ter colocado em minha vida esta pessoa maravilhosa que é o Dr. Leão.

__________________________________

Minha experiência

Posted BySilvia on October 11, 2000 at 21:04:54:
Olá pessoal !
Eu, como ex-molhada, me senti na obrigação de compartilhar tudo o que passei até “cair nas mãos” do dr. Leão. Principalmente para aqueles que têm vontade de operar, mas ainda estão inseguros, como eu estava.
A minha história é a seguinte :
Desde que me conheço por gente sempre transpirei muito. E como !! Quando era pequenininha, lembro que minha avó punha um lenço entre a minha mão e a dela para que não escorregasse quando saíamos para passear. Quando comecei a ir na escola, molhava os cadernos, os desenhos, tudo ! Detestava desenhar ou pintar porque sempre borrava tudo e ficava aquele horror !! Entrando na adolescencência (hoje estou com 23 anos), passei pelos piores momentos. Todo rapaz que pegava na minha mão falava “Nossa, que mão molhada ! Está nervosa ?” Eu queria sumir !! :)Os colegas mais chegados, sem dó nem piedade, sempre diziam “Ai, credo ! Que mão melada, gelada, etc, etc, etc …” Além das situações constrangedoras no trabalho, onde tenho que dar a mão para todo mundo e para não ter que dar a mão tão molhada, enxugava na calça e ficava, então, com a calça molhada ! E as blusas ?? Sempre molhadas embaixo do braço … um horror ! Só quem passa por isso é que sabe !
Passei em diversos médicos, em todos que ia me diziam que era assim mesmo, que tinha que me acostumar e aprender a conviver … fácil, muito fácil … para quem não tem esse problema. Ou então me davam cada remédio estranho, cuja bula parecia mais um filme de terror ! Mas, nunca desisti de procurar uma solução para o meu problema. Já sabia da existência da simpatectomia, mas sempre me diziam que era uma cirurgia perigosíssima, que deixaria sequelas, um verdadeiro dramalhão mexicano. Até que um dia, navegando na Net, encontro o site do Dr. Leão e mando um e-mail, sem pretensão alguma de receber resposta. E eis que ele me responde !! Não só responde como me manda dezenas de e-mails de ex-pacientes que me encorajaram muuuito. Só sei dizer que entre a minha resposta e a cirurgia só se passaram 4 dias !! E foi a coisa mais acertada que fiz na minha vida ! Me livrar de um incômodo tão grande foi uma das experiêcias mais gratificantes que já tive ! E agradeci à Deus por permitir que o homem tenha evoluído tanto e que hoje seja capaz de compreender, ajudar e tornar mais feliz o seu próximo. Exatamente o que o dr. fez por todos nós e que ainda vai fazer por muitos !!
Desde a cirurgia não sei mais o que é transpirar. Dou a mão para todo mundo, abraço, pego nas coisas, sem receio de deixar marcas molhadas !! Tenho um pouco de compensatória na barriga, mas tenho certeza que ela vai diminuir aos poucos, com o passar do tempo (operei em 15/09/00). Além da vermelhidão que tinha no rosto (eu não era branca, era meio rosada :) ), que surgia por qualquer motivo besta, ter desaparecido junto com a hiperhidrose.
É isso aí ! Me alonguei demais, e tudo isso para dizer que estou feliz de verdade e, principalmente, totalmente à disposição para incentivar aqueles que desejam mudar para uma vida seca, sem timidez e muito mais plena, como eu fiz !!
Agradeço de coração ao Dr. Leão e toda sua equipe por me fazerem passar por essas novas experiências de vida, TOTALMENTE SECAS !!
Um grande abraço à todos !!
Silvia

__________________________________

Re: Minha experiência

Posted Bymarcia on October 25, 2000 at 06:58:48
In Reply to: Minha experiência posted bySilvia on October 11, 2000 at 21:04:54:
Olá pessoal !
Moro em Brasília e descobri o Dr. Leão através da Internet, estava cansada de sentir constrangimento cada vez que tinha que cumprimentar as pessoas. Eu tinha hiperidrose nos pés e nas mãos e fui operada no dia 26/09 e em apenas um mês não consigo me lembrar de como era viver antes da cirurgia, sei que foi um horror! Mas agora só consigo ver os benefícios da minha decisão, sou muito medrosa e tive medo de morrer com a anestesia geral, foi tolice minha, foi tudo tão rápido que nem senti direito. Bem, hoje o que quero dizer a todos é que estou muito feliz e “seca”, ainda trasnpiro os pés e tenho suor compensatório nas costas e atrás dos joelhos, mas com o tempo vai passar, posso segurar nas mãos das pessoas e fazer um carinho em quem gosto, isso pode parecer bobagem, mas quem tem essa doença vai entender o quanto isso é difícil.
Não posso deixar de elogiar o Dr. Leão, um dos médicos mais dedicados que já conheci, ele foi fundamental em minha decisão e é uma pessoa maravilhosa.
Beijos,
Marcia

__________________________________

Minha cirurgia

Posted ByKaren on October 26, 2000 at 06:58:39:
Meu nome é Karen, tenho 26 anos, moro em São Paulo e trabalho com treinamento (imagina só como eram minhas transparências).
Quando converso com alguém que ainda vai fazer a cirurgia revejo todo o drama pelo qual passei, o teclado quase sem letras e todo molhado, lenços por perto, mãos geladas e inchadas, a preocupação de encostar em alguém ou em alguma coisa e deixar minha marca, o sapato de couro marcado pelo suor… acredito que você saiba bem o que estou dizendo.
Passei por milhares de médicos que diziam que eu tinha que conviver com isso, tentei vários procedimentos, remédios homeopáticos, alopáticos, acupuntura, simpatias, até botox, mas nada deu certo (aliás, acho que sou PHd em tratamento para sudorese). Para melhorar, sou formada em Psicologia, ou seja, as pessoas falavam que eu deveria saber como controlar minha ansiedade. Fácil, né? Para quem não sua, lógico…
Já sabia da cirurgia há muito tempo, das técnicas mais antigas, que deixavam seqüelas, e todo mundo em casa se preocupava muito e era contra. Enquanto isso, eu ia convivendo com essa “doença”.
Um certo dia, no ano passado, durante uma reunião, suava tanto nas mãos e pés que estava me sentindo mal, quando olhei para meus pés… (foi aí que me decidi por fazer a cirurgia), havia uma marca d’água na minha bota, como se eu tivesse pisado numa poça. Cheguei em casa totalmente decidida de que faria a cirurgia o quanto antes.
Descobri o Dr. Leão por intermédio de uma médica (dermatologista). Marquei uma consulta para a semana seguinte(início de dezembro). Um dia antes da consulta, um amigo da minha irmã falou que tinha visto na Internet um site sobre a hiperidrose. Resolvi entrar e comecei a ler em voz alta para minha mãe, que estava ao meu lado. Enquanto lia, corriam lágrimas dos meus olhos, afinal, não sabia de ninguém que passava pelo que eu passava e percebia que a cura, tão esperada, estava bem perto. Mas minha emoção foi muito maior quando li que a pessoa que assinava este site era o próprio Dr. Leão, aí sim, comecei a chorar de tanta alegria que estava sentindo. Já saí da consulta com a cirurgia marcada para o dia 06 de janeiro, estava tão empolgada que não via a hora do dia chegar. Quando cheguei em casa e contei que no início de janeiro faria a cirurgia, meus pais ficaram um pouco preocupados. O Dr. Leão atendeu meu pai e explicou exatamente qual seria o procedimento, mostrou fotos, desenhos. Meu pai, que estava um pouco inseguro, ficou bem mais confiante e tranqüilo e entendeu a razão de eu estar tão ansiosa.
No dia 05 de janeiro, às 24 hs. fui internada, parecia até que eu estava indo viajar de tão tranqüila que eu estava. Às 2 horas da manhã, tomei um sedativo. Às 5:30, aproximadamente, o enfermeiro foi me acordar para que eu tomasse banho e já me preparasse. Tomei mais um sedativo. Não preciso nem dizer que fui para o centro cirúrgico totalmente anestesiada. Dormia gostoso. Só me lembro do Dr. Leão no corredor do hospital. Depois da cirurgia, no pós operatório, já sentia minhas mãos secas e quentes (era uma sensação maravilhosa, incrível). O Dr. Leão e todos os médicos da equipe passavam para ver como me sentia e para ver se tinha dado certo. Sentia muito frio por causa da anestesia, mas as enfermeiras me cobriram com um cobertor elétrico que fez minha alegria.
Na quinta feira (06/01), dia da cirurgia, tive um pouco de enjôo, por causa da anestesia. Quanto às dores, quase não as senti; a base do tórax doía um pouco, parecia que não conseguia respirar fundo; no local dos cortes e nas costas, também quase não sentia nada. Lógico que fica uma sensação de desconforto, como se estivesse com moleza de resfriado.
Fiquei com a sonda até a manhã do dia seguinte. Na sexta já estava me sentindo bem melhor, andei bastante pelo hospital, comi de tudo, escrevi… me sentia tão bem que estava doida para voltar para casa, mas como havia passado mal no dia anterior, o Dr. Leão e Dr. Pedro, preferiram que eu ficasse lá mais uma noite. Porém no sábado, logo cedo, fui embora. Cheguei em casa ótima, um pouco cansada, mas com as mãos secas. No sábado à tarde minhas mãos transpiraram um pouco,(totalmente previsto) mas foi diferente, era um suor quente e em pouca quantidade, nada comparado às gotas que normalmente escorriam pelo braço.
No domingo estava me sentindo bem melhor, saí para almoçar fora e comemorar o sucesso da cirurgia.
No dia 10, segunda feira já estava trabalhando e com as mãos totalmente secas, já não estavam mais nem úmidas. Uma semana depois, dia 13, já estava dando treinamento.
Hoje, tanto tempo depois (parece que nunca suei na minha vida), não sinto mais nada. Minhas mãos nunca mais transpiraram, nenhuma gota, nada, elas estão constantemente secas e quentes. Os pés ainda transpiram, mas em menor quantidade. Na verdade, o grande problema são as mãos, quando você percebe que elas não te atrapalham mais, você até esquece dos pés.
Com relação ao suor compensatório, realmente existe essa possibilidade. Depois da cirurgia, aumentou bastante a quantidade de suor na minha barriga, costas e coxas, mas não é nada comparado ao desconforto de ter as mãos ou axilas transpirando. Diminuiu bastante, e o Dr. Leão disse que a tendência é diminuir mais ou até parar conforme passe o tempo. Por mim, se não parar, tudo bem.
Quanto às cicatrizes, elas são bem pequenas. Hoje, elas quase nem aparecem, e não estou exagerando.
Mas o melhor de tudo eu ainda não te contei… A mudança que esta “cura” trouxe à minha vida, foi uma coisa impressionante. Fiquei muito mais confiante, segura, extrovertida… a melhora na qualidade de vida é incrível. E isso é tão claro, que as pessoas percebem e comentam.
Acho que deu para perceber que eu sou fã do Dr. Leão e equipe e que agora que eu sei como é “não transpirar”, eu quero que todos possam saber e sentir esta maravilha.
Bom, acho que consegui responder às suas dúvidas e curiosidades. Por favor, fique à vontade para me telefonar, ou mandar e.mails.
A cirurgia é tão tranqüila, a recuperação é tão rápida e os resultados tão maravilhosos, que eu faria tudo de novo, com a maior tranqüilidade do mundo, sem nem titubear.
De qualquer forma, espero ter conseguido diminuir um pouco sua ansiedade com relação à cirurgia.
Um abraço,
Karen
PS1. Quando eu suava, há MUUUUUIIIITO tempo, eu brincava que eu era a solução para a seca no Nordeste, (na época que ainda não inundava o NE de tanta chuva), hoje, eu sou a solução para as enchentes, pois minhas mãos parecem esponjas, que absorvem toda a água, creme hidratante…Muito legal…
Aliás, você já se imaginou usando hidratantes nas mãos? Pode imaginar, já usei VÁRIOS tubos…

__________________________________

Meu Relato – Hiperidrose

Posted ByRicardo on October 31, 2000 at 14:02:43:

Olá.
Meu nome é Ricardo tenho 25 anos e sou de SP, tive hiperidrose desde que me conheço por gente.
Transpirava muito nas mãos e nos pés, mas em certas situações como por exemplo; lugares fechado, como bares e até em palestras reuniões, entrevistas ou algo parecido, ou seja, tudo que tivesse contato com outras pessoas, e que eu ficasse nervoso, transpirava no corpo todo.
Era horrivél, me sentia muito mal, cheguei até pensar em não sair mais de casa, enquanto o meu problema fosse curado.
Procurei vários médicos desde a minha infância, fiz vários exames, e nada adiantava. Os médicos diziam que era normal, e que quando ficasse mais velho a tendência era diminuir, mas muito pelo contrário, só piorava.
Até que um dia, resolvi ir até o fim, pois não podia acreditava ser o único no mundo que tinha esse problema e que não tivesse cura.
Fui no clinico geral e ele não conhecia o problema, achava que era normal, me indicou um Neurologista, que me indicou Endocrinologista, que me indicou Psicólogo (mas o problema não era psicológico).
Bem, conheci uma Neurologista (Dra.Sueli), ela me disse a mesma coisa, que eu tinha que aprender a conviver com o problema, fiz vários exames novamente, e adivinha!!! tudo normal, cheguei até a tomar calmantes e anti-depressivos. E de tanto insistir, ela resolveu me ajudar, procurou em vários lugares, até que um dia me ligou informando que havia uma cirurgia para esse problema e que resolveria (imagine a felicidade), e o nome dele era DR.Luis Eduardo Villaça Leão.
Na mesma hora liguei para o consultório conversei com a Marilene (secretária do Dr. Leão) e marquei a consulta.
Peguei o site e descobri que o nome da doença era HIPERIDROSE, que até em tão nunca tinha ouvido falar.
Me “entupi” de informações, fui até a consulta e conheci o DR.LEÃO(uma excelente pessoa), que me deu mais uma aula sobre o assunto. Ele me passou uma confiança tão grande, que não tive dúvidas, na mesma hora já queria marcar a cirurgia.
Minha cirurgia foi realizada no dia 19/05/00 (sexta-feira) de manhã, e logo que acordei da anestesia já sentia minhas mãos secas e quentes.
Correu tudo bem, sentia um pouco de dores no peito conforme respirava fundo, mas era normal, no dia seguinte (sábado) já tive alta, em menos de uma semana, com a fisioterapia as dores sumiram e as mãos nunca mais suaram, 100% ok!!!.
Até hoje sinto a compensatória quando está calor, ou seja, transpiro em uma outra parte do corpo, na barriga, nas costas e um pouco nas pernas. Isso acontece na maioria dos casos, mas o Dr. Leão explica que é por um tempo determinado, mais ou menos uns 6 meses e a tendência é diminuir. De uma coisa eu tenho certeza, valeu muito á pena, e faria tudo de novo.
Minha vida mudou muito depois disso (para melhor é claro), e todos os dias eu agradeço á Deus por tudo o que aconteceu, e também por ter conhecido o Dr.Leão uma pessoa maravilhosa (costumo dizer que ele é o nosso paizão).
Formamos até um clube no qual o nome é: CLUBE DOS SECOS EX-MOLHADOS, e agora insentivamos á todos que tem esse problema, para fazer a cirurgia, porque com certeza vale a pena.
Uma outra coisa de muito bom que aconteceu foi a amizade que nasceu entre todos nós, e isso realmente não á dinheiro no mundo que pague toda essa felicidade.
Desejo a você boa sorte e se precisar de mais alguma informação, pode entrar em contato ou escreva.
Entendo muito bem o que está passando, já senti isso na pele também, e não quero que ninguém sofra mais por causa disso.
Não se preocupe que vai dar tudo certo, pode ter certeza disso, você está em ótimas mãos.
Um abraço,
Ricardo

__________________________________

Só quem tem o problema sabe entender um hiperidrótico!

Posted ByCarla on November 27, 2000 at 10:24:24:

In Reply to: Minha história – HIPERIDROSE posted byRicardo on October 31, 2000 at 14:19:41:
Ricardo,
Lendo sua história eu me identifiquei! Também tenho 25 anos, moro em Ribeirão Preto e operei semana passada, 20-11-2000. Que maravilha, não? E o Dr. Leão então? Que pessoa… que profissional. Estou tão feliz que pretendo encaminhar todo mundo que tem esse problema para o Doctor…O mais interessante é que eu achava que era a única pessoa do mundo com esse problema.É muito bom conversar e saber que outras pessoas têm hiperidrose, e que podemos ajudá-las. Um abraço. Carla

__________________________________

meu relato

Posted ByMárcia on November 10, 2000 at 13:35:38:

Olá,
Fico muito feliz que meu relato ajude as pessoas que tem dúvida sobre a cirurgia.
Desde uns onze anos que eu me lembre tinha hiperidrose. Lembro-me de quando percebi que suava nas mãos. Na época meus pais estavam se separando e isto me abalou profundamente. Só sei que desde essa época comecei a perceber o suar nas mãos. Com o tempo o suor foi aumentando, comecei a suar nos pés, axilas.
Deixei de fazer coisas simples por suar nas mãos. Ficava constrangida em ter que apertar a mão das pessoas.Segurar qualquer coisa nas mãos era terrível, começava a suar por medo de suar. Enfim, minhas mãos viviam escondidas principalmente em situações sociais. Na faculdade e no trabalho, quando elas estavam suadas, era difícil me concentrar no que estava fazendo, estava sempre preocupada que alguém notasse,preocupada em molhar algum papel importante, em passar o telefone para outra pessoa.
O suor nos pés também sempre me incomodou, no verão não podia usar sandálias porque além delas ficarem totalmente molhadas, eu corria o risco de levar aquele tombo.
Como tenho fé em Deus, pedi que Ele me curasse. Pedi então a Nossa Senhora de Fátima. Minha querida Mãe me atendeu logo. Minha psicóloga foi quem me falou sobre a cirurgia. Entrei no site e mandei um e-mail para o Dr Leão. Ele soube entender o meu drama e alguns dias depois estava marcando a cirurgia. A minha vontade de ser curada era tão grande, que passei por cima de qualquer medo de ser operada. É claro que procurei me informar sobre a cirurgia com o Dr. Leão e com os já operados.
Fui operada no Hospital São Paulo no dia 09 de outubro, ou seja, há um mês atrás.Após a cirurgia fiquei enjoada por causa da anestesia e meus braços ficaram um pouco doloridos. Minhas mãos e axilas ficaram totalmente secas. O suor dos meus pés diminuiu 80%. Tenho suor compensatório na barriga, costas e um pouco nas pernas, que não tem me incomodado, pois ele é menor e passageiro. A alegria de poder tocar em tudo sem medo de ser feliz “compesa qualquer compensatório”.
Recomendo a cirurgia para aquelas pessoas que se sentem incomodadas em ter hiperhidrose.
Agradeço ao Dr Leão por sua sensibilidade e competência.
Um abraço a todos
Márcia

__________________________________

Minha vida antes e depois da Hiperidrose

Posted ByCacau on December 14, 2000 at 17:06:57:

Eu sou a Cacau. Tenho 22 anos, moro em SP e faço arquitetura. Desde que me conheço por gente tinha Hiperidrose. Isso sempre me incomodou muito, mas eu nunca achei que fosse uma doença, muito menos que tinha cura.
Conheci o Dr. Leão através da minha dermatologista. Assim que soube marquei uma consulta com ele, e nesse mesmo dia já marquei a minha cirurgia. Confesso que foi a melhor decisão tomada na minha vida.
Fiz a cirurgia no dia 29/02/00 no Hospital Oswaldo Cruz. Foi super tranqüila. Não senti dores, nem nada… Eles me deram um remédio (que eu fiquei meio dopada), depois eu não vi mais nada, e qdo acordei já estava completamente seca, para sempre, sem ter sentido nada.
O Pós operatório tb foi muito bom. Sai do Hospital e logo no dia seguinte fui viajar para o Carnaval. Claro que eu não ficava pulando, mas eu saia todos os dias e me sentia muito bem. O psicológico nessas horas tb conta bastante, afinal, eu estava tão feliz, que nada me deixaria ficar com dores, ou incômodos. No começo tive um pouco de suor compensatório nas costas e pernas, mas isso em 1 mês diminuiu muito, quase sumiu. Hj suo nas costas e nos pés apenas qdo está muito calor ou qdo faço algum tipo de esporte, mas nada que me incomode a ponto de manchar a roupa, imagina…….
O resultado da cirurgia é 100%. Mãos e axilas completamente secas. Nunca mais nem úmidas ficaram. Há nove meses que eu desfruto de mãos e axilas secas, e sei que será para sempre.

O Dr Leão, além de ser uma pessoa muito legal e atenciosa, é um excelente profissional, o “Papa” da Hiperidrose. Sei de “N” pessoas que operaram, e posso te garantir que a felicidade é unânime.

Bom, acho que é isso. Caso vc queira saber mais alguma coisa sobre a minha cirurgia, fique a vontade. Me sinto muito bem em poder ajudá-lo. Acho que é minha obrigação ajudar pessoas que tem o mesmo problema que eu tinha. SEI MUITO BEM O QUE É HIPERIDROSE.
Boa sorte
Cacau

__________________________________

A história do Caçula dos Ex-Molhados

Posted by Leonardo on May 10, 2001 at 17:34:38:

Bom, meu nome é Léo e tenho 19 anos, só vou dizer uma coisa, a operação foi a MELHOR coisa que aconteceu na minha vida, é como se eu não tivesse tido mãos durante 18 anos e da noite para o dia ganhasse duas perfeitas. Operei o ano passado, agosto de 2000. Quem tem hiperhidrose, não tenha medo, não enrole, opere de uma vez que você nunca irá se arrepender.
Para ver como vale a pena, quando acordei da cirurgia e vi minhas mãos secas, não acreditei e acabei chorando, minha mãe disse que não sabia que eu sofria tanto.
O Dr. Leão é uma das pessoas mais importantes na minha vida.

Um abraço para todos.
Léo.

__________________________________

From: “Sebastian”

Sent: Friday, July 27, 2001 10:22 AM
Subject: Hiperidrose

Prezada Elizabeth,

Meu nome é Sebastian e eu fui operado pelo Dr. Leão. Trata-se de um profissional fora de série sem parâmetro de comparação, visto que além de sua patente experiência na cirurgia em questão, (creio que é um dos melhores médicos do mundo no ramo, senão o melhor) é um ser humano maravilhoso.

Considerando que sua filha já vem sofrendo por 19 anos com a doença, acho que não há porque não esperar mais um pouco para ela ser operada pelo Dr.Leão e sua equipe.

Note que a operação não é simples e exige grande técnica e conhecimento do cirurgião, portanto, como mãe, deposite sua confiança no Dr. Leão que é o melhor que vc. pode fazer.

Veja que minha intenção não é fazer propagando do Dr. Leão, uma vez que a fila de espera para ser operado por ele é enorme, e sim transmitir o que eu sinto a respeito da pessoa que através de sua dedicação, estudo e competência transformou a minha vida 100% para melhor.

Sebastian

__________________________________

From: Claudia

Sent: Monday, August 20, 2001 6:48 PM
Subject: Re: Dr.Leão: novo candidato ao clube da hiperidrose

Dr.Leão
Uma das coisas que me chamaram a atenção, foi a sua dedicação, sua presença, praticamente, um atendimento que é muito difícil hoje em dia !!!
Quando vou em consultas, onde o médico atende com pressa, sinto que fui enganada, que preciso ir a outro médico, por que aquele não quis resolver meu problema de verdade.
Na verdade, a saúde é para o ser-humano, algo que não se vive sem, é aquilo que precisa estar em ordem, para que possamos viver !!!
No nosso caso, trata-se de uma cirurgia diferente, praticamente milagrosa, que muitos não acreditam que possa realmente existir, uma vez que convivem com um problema que afeta tanto fisicamente quanto psicologicamente.Ainda assim, acredito que muitos são nervosos, ansiosos, e estão prontos para encarar qualquer coisa para fazer a cirurgia !!
Foi o meu caso, por exemplo, quando o Dr. marcou para uma semana, na hora eu decidi que iria fazer !!! Tive dúvidas, como qualquer um , já que é um método cirúrgico novo no Brasil, mas todos os cuidados e atendimento pessoal me deixaram confiante e feliz com minha decisão.
Espero que todos ajudem, no sentido de deixar o Dr. Leão trabalhar tranquilo, para poder atender bem a todos nós !!!
Aproveito para agradecer já que dia 10 de agosto fez uma ano que eu parei de suar e minha auto-estima melhorou tanto que parei de fumar também !! Lógico, continuo suando, nas costas e barriga, quando faço atividades fisicas, mas não se compara com os problemas que a hiperidrose me causavam. Obrigada.
Claudia

__________________________________

Oii Dr Leão,

Boa tarde,

já estou aqui de volta a vida normal – estou sentindo uma dorzinha, embaixo do braço…e tomando cuidado para não forçar os braços…esticar – parei de tomar o Feldene – tudo bem, ou o senhor acha que devo continuar com algum medicamento? Ainda tenho um pouco de dor na garganta e já consigo tossir, sem dor muito o torax.
Alguma outro cuidado que devo tomar??
Obrigada, por tudo!! estou fascinada em ver as mãos quentes – e fico me perguntando – algo tão simples, como me incomodou todos esses anos….

Estou recomendando um amigo meu, juiz, Fernando – que sofre de hiperhidrose nas axilas… Ele já se animou a fazer a operação..
Obrigada novamente,
Forte abraço,
Elisa

__________________________________

Data: 25 de abril de 2012 17:24

Dr. Luiz, meu salvador! hahaha

O resultado foi perfeito, na mão e nas axilas! Mais nenhuma gota escorreu, e ambas estao muito secas! Impressionante, parece milagre!
Agora nao tenho medo e receio de fazer coisas que não fazia antes! Estou muito feliz!
Quanto ao suor compensatorio, estou sentindo quando faz calor, pegando onibus, ou em lugares quentes.. Eu sinto suar bastante nas costas, mas isso eu ja estava acostumado nessas situaçoes, entao, não é nada de mais!
A dor no pulmão diminuiu muito, e estou com um pouco de dor nos cortes ainda! O que está me incomodando é uma dor bem forte no meio das costas, sinto umas pontadas e tal, é normal isso? E também, no ponto do lado esquerdo, debaixo, está como uma verruga, como uma bolinha no ponto, isso é normal ? Estou evitando sair muito, ir para festas e tal, me prevenindo!
De resto tudo está ótimo Dr., não tenho receio de fazer nada e ajo com naturalidade, impressionante!
Muito obrigado, e daqui alguns dias passarei no seu consultório!Muito feliz mesmo!
Grande Abraço! Mateus.
__________________________________
Data: 22 de dezembro de 2012 16:02
A cirurgia que realizei com o Senhor, de simpatctomia endoscópica torácica, foi de muito sucesso, minha qualidade de vida é outra hoje, não dá nem para lembrar como sofri na minha adolescência. Aproveito para agradecer ao Sr. por tudo que fez por mim, posso dizer que me sinto outra pessoa. 
Abraços,
 
Juliana Patriani
__________________________________
Data: 29 de janeiro de 2013 10:21
Fiz a cirurgia há 4 meses e os resultados são ótimos. Transpirava excessivamente nas axilas e nas mãos e depois da cirurgia o problema foi resolvido, o pós operatório é um pouco chato por causa das dores, mas nada que atrapalhe sua vida. Uma semana após a cirurgia eu já estava trabalhando. Tive a transpiração compensatória nas costas, mas somente em dias muito quentes. As cicatrizes são quase invisíveis e a recompensa para a alto-estima da pessoa não tem preço.

Cordialmente.

Best Regards.

Pedro Ferreira

 

__________________________________

Data: 30 de janeiro de 2013 12:30

Percebi que possuía um suor desconfortável nas mãos por cerca dos meus 6 anos de idade, pois o suor me atrapalhava nas lições de casa, trabalhos da escola, e nas brincadeiras onde tinha que dividir brinquedos com as outras crianças.
Sofri a vida toda, ainda mais na fase adulta por conta do trabalho, namoros e faculdade.
Fui atrás de descobrir tratamentos alternativos como botox, mas era sempre tudo muito caro e paleativo.
Uma amiga cerca de 5 anos operou com o Dr. Leão e me indicou muito a cirurgia.
Há mais de um ano tomei coragem em ir atrás do Dr. Leão para saber sobre a cirurgia, preços, recuperação, etc.
Foi tudo tão rápido e tranquilo, que quando acordei da cirurgia com as mãos e axilas sequinhas, parecia milagre!
A cirurgia é rápida, tranquila, e pelo resultado vale muito a pena.
Hoje posso ar as mãos para as pessoas, passar a mão no cabelo, dirigir, escrever, não preciso me preocupar que com qualquer movimento minhas axilas vão virar duas pizzas, enfim. Me sinto uma pessoa normal! A felicidade era tanta que quando voltei a trabalhar, achava que tinha feito uma lipo, e que todo mundo ia reparar que eu estava mais feliz e que havia algo de diferente em mim.
Bruna

__________________________________

Data: 3 de fevereiro de 2013 17:24

 

Fiz a cirurgia torácica para tratamento de hiperidrose há pouco mais de um ano. Na época tinha 44 anos e o suor excessivo, especialmente nas mãos, era algo que me incomodava há muito tempo, mas que nos últimos anos havia aumentado bastante. Por isso resolvi conhecer o Dr. Leão e ouvir sua opinião sobre o procedimento. Convencido, fiz a cirurgia, que foi simples e de recuperação muito rápida. No dia seguinte já estava trabalhando. O resultado? Se soubesse que seria tão bom teria feito há muitos anos. É muito bom poder cumprimentar alguém sem ter que enxugar as mãos antes ou poder fazer atividades manuais sem que gotas de suor pinguem dos dedos. Houve alguns efeitos compensatórios, que o próprio Dr. Leão havia explicado antes poderiam ocorrer, como maior sudorese nas costas em dias de calor ou atividade física mais intensa. Mas nada, nada que se compare com as consequências positivas, não apenas para minhas mãos mas para o meu bem estar físico e mesmo mental.
Ao Dr. Leão, não tenho palavras para agradecer. Seriam sempre insuficientes,
Hélio

__________________________________

Data: 6 de fevereiro de 2013 18:31

 

Minha cirurgia foi a um ano, antes transpirava muito nas axilas, mas agora tudo melhorou, principalmente minha auto estima voltou, agora posso sair, usar roupas sem medo e sem vergonha, porque não traspiro mais…. somente em dias muitos quentes, mas o suor é bem pouco, ou seja normal, a recuperação é um pouco dolorida, e fase compensatória é um pouco chata porque transpirava nas costas e nas pernas, mas o resultado é maravilhoso, não me arrependo de ter feito, e pela confiança pelo Dr. Luiz Leão faria tudo novamente….

 

Jaqueline D’Elia

__________________________________